domingo, 17 de abril de 2011

História da depilação



Uma das características do ser humano ( e de outros mamíferos) é ter o corpo coberto de pelos. Distribuídos por todo o corpo, sua quantidade pode variar de acordo com as condições genéticas. Para a nossa sorte, nós seres humanos, temos menos pelos em relação aos outros mamíferos. Ufa!
Na Grécia antiga as mulheres gregas já gostavam de ter sua pele lisinha. Elas arrancavam os pelos com as mãos! Quando não arrancavam, queimavam com cinza quente! Com tanta dor, algumas faziam uso de bebidas que anestesiavam o corpo.
As muçulmanas acreditavam que os pêlos eram algo que traziam malefícios para suas vidas. Por isso, elas também tinham o costume de raspar todos os pelos do corpo.
Cleópatra arrancava seus pêlos com tecidos finos e cera quente.
Hoje a depilação faz parte do cotidiano de quase todas as mulheres. E de alguns homens também. Por questões de estética ou higiene, cada vez mais encontramos homens virando adeptos da depilação.

E lembre sempre:
Depilação: um mal necessário.